quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Chel

Descrição: Gato macho, cerca de 9 meses (Dezembro de 2010), meigo.
História: Era já de noite e vínhamos na estrada tranquilamente, ansiosas por chegar a casa porque o dia tinha sido longo a cuidar de tantos animais, e a exaustão já tomava conta de nós. Até que no meio de uma estrada onde os carros passam a alguma velocidade, vimos o Chel como se estivesse deitado para "dormir". Conseguimos desviar-nos a tempo e pensar "mas que faz ele ali???". Aparentemente, parecia estar a dormir. Mas que gato dormiria tranquilamente no meio de uma via onde passam carros de um lado e do outro a alta velocidade? Rapidamente fizemos inversão de marcha e parámos o nosso carro bem no meio da estrada para evitar que alguma roda lhe acertasse. Foi por pouco... Os carros conseguiam desviar-se do Chel mesmo no último momento antes de nós pararmos. Aproximámo-nos devagarinho porque não sabíamos bem que cenário iríamos encontrar e, caso estivesse vivo, não o queríamos assustar. Com o coração nas mãos, vimos que respirava e, quando olhámos para o focinho, vimos que estava cheio de sangue e com um olho quase para fora. Estava tanto frio, que as mãos nem força tinham. E o Chel estava GELADO! Veio uma mulher à janela que disse que o gato estava ali já há meia hora, que tinha levado uma pancada de um carro. O Chel bufava por todos os lados e, apesar de não se mexer, conseguimos que se arrastasse com a nossa ajuda até à berma, onde com mais calma procedemos com cuidado à sua recolha. De seguida, corremos com ele para uma clínica veterinária. Já era de noite, só nos atenderam de urgência. Mas o caso era para tal. Chorávamos com tantos nervos pelo estado do Chel e pela sorte incrível que teve em não ter sido esmagado por nenhum carro. Pensámos que, se não tivesse salvação, pelo menos a eutanásia seria uma morte digna para ele. Mas ainda há milagres e este menino teve mesmo uma estrelinha da sorte com ele. Não tinha lesão na coluna, estava em choque. O olho estava para fora e a boca cheia de sangue. O Chel foi operado nessa noite. Aproveitámos a anestesia para pedir que fosse também esterilizado. A cirurgia ao olho correu bem, o olho foi semifechado. Ficou só a ver de um olho. Foi também esterilizado. Está agora a ser fortemente medicado e estamos a dar-lhe comida húmida por causa das feridas na boca. Este menino tem apenas 9 meses... Tem uma vida pela frente. A conta deste menino está nos 165 euros. A quem nos puder ajudar com esta conta e com os cuidados que o Chel vai precisar no pós-operatório, pedimos que o façam para o NIB 0035.0206.00.699272400.97, colocando o descritivo "Chel".
Actualização em 10 de Janeiro de 2011: Felizmente, o pequeno Chel conseguiu recuperar totalmente. Já consegue comer bem secos e já não necessita da comida húmida. O olho também cicatrizou bastante bem, não tendo mais problemas. Ficou apenas cego desse olho. Mantém-se um gato extremamente dócil e a precisar muito de uma família. Queremos agradecer a quem nos ajudou com a conta veterinária, com os medicamentos que foram sendo necessários e com a ração húmida, e que dessa forma ajudou a proporcionar mais um caso de sucesso. O Chel precisa agora muito de uma nova família.

Contacto:
Refúgio das Patinhas
geral@refugiodaspatinhas.org
915408298 (se não atendermos, por favor, deixe mensagem escrita SMS com o seu nome, contacto e o assunto - é muito importante deixar estes dados)